FEDERAÇÃO INSPETORIAL DOS EX-ALUNOS E EX-ALUNAS DE DOM BOSCO
Inspetoria São João Bosco - Belo Horizonte - MG

tuetur

home
quem somos
confed. mundial
federação insp.
agenda
estreia 2015
você pode ajudar?

Família Salesiana
sdb
fma
sscc
adma
ads
vcb
vdb
cn

CONFEDERAÇÃO MUNDIAL DOS EX-ALUNOS E EX-ALUNAS DE DOM BOSCO

confed

1 - Francesco Muceo - Presidente;

2 - Pe. José Ramirez - Delegado Mundial;

3 - Cláudia Fell - Vice-Presidente Brasil

A Presidência Mundial é eleita em Congresso Mundial, de 6 em 6 anos. É composta, além das funções convencionais de uma diretoria, por vice-presidentes de cada região.
O Presidente da Confederação Mundial dos Ex-Alunos e Ex-Alunas de Dom Bosco é o Italiano FRANCESCO MUCEO; ele se encontra em seu segundo mandato de 6 anos, período no qual, com muita serenidade e persistência, conseguiu promover a unidade e o fortalecimento do movimento exalunal. Uma de suas bandeiras é a formação de novas lideranças, principalmente entre os JEX, jovens Ex-Alunos e Ex-Alunas.
O Brasil, pelas suas dimensões, tem uma vice-presidente.

confed

A Associação dos Ex-Alunos e Ex-Alunas de Dom Bosco celebrou, faz pouco, o primeiro centenário de instituição. É incalculável o número dos que, após ter frequentado um ambiente educativo salesiano, merecem o título de “ex-alunos e ex-alunas de Dom Bosco”. Muitos os personagens ilustres, mas muito mais numerosos entretanto os que na simplicidade e cotidianidade da vida encarnam o lema de Dom Bosco: “bom cristão e honesto cidadão”.

O artigo 1º do Estatuto Confederal da Associação reza: “São ex-alunos os que, por ter frequentado um oratório, uma escola ou qualquer outra obra salesiana, nela receberam uma preparação para a vida segundo os princípios do Sistema Preventivo de Dom Bosco”.
A memória histórica da associação remonta a 24 de junho de 1870, festa do santo patrono de Dom Bosco, ao qual um grupo de “antigos alunos”, com filial reconhecimento, levaram como presente algumas xicrinhas para café. Dom Bosco desejou que essa tradição continuasse, dedicando à festa um dia inteiro, e retribuindo-lhes os presentes com um convite para refeição: o primeiro “ágape fraterno” se deu no dia 19 de julho de 1874. Iniciou assim o costume do encontro anual dos ex-alunos que, ainda hoje, se realiza nas casas salesianas.
Em 1884 esse grupo de “antigos alunos” – mais de 300 – dotou-se da sua primeira estrutura organizativa: empenhava-se por conservar a educação recebida, continuar com a obra em favor dos jovens necessitados, cultivar a amizade e solidariedade entre os sócios. O primeiro estatuto foi redigido em Turim no dia 8 de dezembro de 1911, por ocasião do I Congresso Internacional, sob o impulso do Bv. P. Filipe Rinaldi.
No dia 23 de maio de 1920, para a inauguração do monumento a Dom Bosco, desejado pelos Ex-alunos, na praça defronte à Basílica de Maria Auxiliadora, em Turim, foi definida a estrutura organizativa ainda em vigor atualmente: União local, Federação inspetorial, Federação internacional (chamada ‘Confederação Mundial’ desde 1954). Nesse encontro decidiu-se acolher na associação também ex-alunos de religiões não-cristãs, eliminando distinções e separações, considerando antes uma glória do movimento e da Associação, o laço fraterno e o sentido da unidade.
A guinada conciliar levou a prever novas e mais concretas formas de colaboração com os salesianos. A confederação faz parte do O.M.A.A.E.E.C, organismo que acolhe os ex-alunos e as ex-alunas das diferentes congregações, reconhecido pela Igreja nas Organizações Internacionais Católicas (O.I.C.).

A Confederação Mundial reúne ex-alunos e ex-alunas de todos os continentes sem distinções étnicas e de religião; promove a formação permanente dos seus membros e favorece a educação dos jovens, especialmente dos mais pobres, segundo o Método educativo de Dom Bosco. Os ex-alunos são chamados a promover, defender e pôr em prática os valores recebidos durante a sua formação salesiana.
Nos últimos anos a Associação esteve zelando pela formação dos futuros líderes mediante específicos cursos iniciados nos diversos continentes; por outro lado, pela partilha de novos projetos e pelo intercâmbio de iniciativas territoriais entre os associados, foram instituídos Congressos Internacionais (EuroBosco, Ásio-Australiano, Congrelat, AfroBosco), que se realizam cada quatro anos, e a Assembléia Mundial cada seis anos.

tuetur

araxá
barbacena
belo horizonte
brasília
cachoeira
campos
goiânia
jacarezinho
niterói
palmas
pará de minas
ponte nova
resende
riachuelo
rocha miranda
santa bárbara
sao j. d. rei
silvânia
uberlândia
venda nova
vitória