FEDERAÇÃO INSPETORIAL DOS EX-ALUNOS E EX-ALUNAS DE DOM BOSCO
Inspetoria São João Bosco - Belo Horizonte - MG

tuetur

home
quem somos
confed. mundial
federação insp.
agenda
estreia 2015
você pode ajudar?

Família Salesiana
sdb
fma
sscc
adma
ads
vcb
vdb
cn
  ::  estreia 2012   ::  estreia 2013   ::  estreia 2014   ::  estreia 2015
estreia

Clique para ver o TEXTO ORIGINAL

“Da mihi animas, cetera tolle”
Apropriemo-nos da experiência espiritual de Dom Bosco para caminhar na santidade segundo a nossa vocação específica”.
“A glória de Deus e a salvação das almas”.




Caríssimos irmãos e irmãs da Família Salesiana,

Estamos a concluir o triênio de preparação para o Bicentenário do Nascimento de Dom Bosco. Depois de dedicar o primeiro ano a conhecer a sua figura histórica e o segundo ano a evidenciar os seus traços fisionômicos como educador e atualizar a sua práxis educativa, neste terceiro e último ano pretendemos ir à fonte do seu carisma, apropriando-nos da sua espiritualidade.

A espiritualidade cristã tem a caridade como centro, ou seja, a mesma vida de Deus que em sua realidade mais profunda é Ágape, Caridade, Amor. A espiritualidade salesiana não é distinta da espiritualidade cristã; também ela tem por centro a caridade que nos leva a buscar “a glória de Deus e a salvação das almas”. “Caritas Christi urget nos.”

Como todos os grandes santos fundadores, Dom Bosco viveu a vida cristã com caridade ardente e contemplou o Senhor Jesus desde uma perspectiva particular, do carisma que Deus lhe confiou, isto é, da missão juvenil. A “caridade salesiana” é caridade pastoral, porque busca a salvação das almas, e é caridade educativa, porque encontra na educação o recurso que permite ajudar os jovens a desenvolverem as suas energias de bem; dessa forma, os jovens podem crescer como honestos cidadãos, bons cristãos e futuros habitantes do céu.

Convido-os, pois, queridos membros da Família Salesiana, a beberem nas fontes da espiritualidade de Dom Bosco, na sua caridade educativa e pastoral. Ela tem o seu modelo em Cristo Bom Pastor e encontra a sua oração e o seu programa de vida no lema de Dom Bosco “Da mihi animas, cetera tolle”. Seguindo este itinerário de aprofundamento, podemos descobrir o “Dom Bosco místico”, cuja experiência espiritual coloca-se como fundamento do nosso modo de viver hoje a espiritualidade salesiana, na diversidade das vocações que nele se inspiram; e podemos, nós mesmos, fazer uma intensa experiência espiritual salesiana.

Conhecer a vida de Dom Bosco e a sua pedagogia ainda não significa compreender o segredo mais profundo e a razão última da sua surpreendente atualidade. Não basta conhecer os aspectos da vida de Dom Bosco, as suas atividades e também o seu método educativo. À base de tudo, como fonte da fecundidade de sua ação e atualidade, há alguma coisa que escapa com frequência, mesmo a nós, seus filhos e filhas: a sua profunda vida interior, que se poderia chamar de “familiaridade” com Deus. Não será isso o melhor que temos dele para o poder amar, invocar, imitar, seguir, a fim de encontrar o Senhor Jesus e fazê-lo encontrar pelos jovens?

Hoje, seria possível traçar o perfil espiritual de Dom Bosco a partir das impressões comunicadas pelos seus primeiros colaboradores. E passar, depois, ao livro escrito pelo padre Eugênio Ceria, “Dom Bosco com Deus”, primeira tentativa de síntese da sua espiritualidade, em nível de divulgação. Seria possível conferir, ainda, as várias releituras da experiência espiritual de Dom Bosco, que foram feitas pelos seus Sucessores, para chegar, enfim, às pesquisas que marcaram uma mudança no estudo do modo de Dom Bosco viver a fé e a religião.

Os últimos estudos resultam mais fielmente aderentes às fontes; e estão abertos à consideração das várias percepções e das diversas figuras espirituais que influenciaram Dom Bosco ou que com ele tiveram contatos: São Francisco de Sales, Santo Inácio, Santo Afonso Maria de Ligório, São Vicente de Paulo, São Felipe Neri...; entretanto, esses estudos também estão dispostos a reconhecer que a sua experiência espiritual foi original e genial. Seria interessante ter a esta altura um novo perfil espiritual de Dom Bosco, ou seja, uma nova hagiografia, como é hoje entendida pela teologia espiritual.

Dom Bosco como “homem espiritual” fascinou e interessou Walter Nigg, pastor luterano e professor de História da Igreja na Universidade de Zurique; ele concentrou-se em sua fisionomia espiritual e assim escreveu: “Apresentar a sua figura preterindo o fato de nos encontrarmos diante de um santo seria como apresentar uma meia-verdade. A categoria do santo deve ter precedência em relação à do educador. Qualquer outra classificação falsearia a jerarquia dos valores. Por outro lado, o santo é o homem no qual o natural invade o sobrenatural e o sobrenatural está presente em Dom Bosco em notável grau [...]. Para nós, não restam dúvidas: Dom Bosco é o verdadeiro santo da Itália moderna”.[1]

A mesma opinião era compartilhada pelo teólogo dominicano padre Dominique Chenu, nos anos oitenta do século passado; à pergunta de um jornalista que lhe pedia para indicar alguns santos portadores de uma mensagem de atualidade para os novos tempos, ele respondia: “Agrada-me recordar, em primeiro lugar, aquele que antecipou o Concílio de um século: Dom Bosco. Ele já é, profeticamente, um modelo de santidade pela sua obra, que é ruptura com o modo de pensar e de crer dos seus contemporâneos”.

Em cada época e contexto cultural, trata-se de responder a estas perguntas:

– O que Dom Bosco recebeu do ambiente em que viveu?

– Em que medida ele é devedor ao contexto, à família, à Igreja da época?

– Como ele reagiu e o que ofereceu ao seu tempo e ao seu ambiente?

– Como ele influiu nos tempos sucessivos?

– Como o viram os seus contemporâneos: os salesianos, o povo, a Igreja, os leigos?

– Como o compreenderam as gerações sucessivas?

– Quais aspectos da sua santidade nos parecem hoje mais interessantes?

– Como traduzir para hoje o modo com que Dom Bosco interpretou o Evangelho?

Estas são as questões às quais uma nova hagiografia de Dom Bosco deveria responder.

leia o texto original completo

tuetur

araxá
barbacena
belo horizonte
brasília
cachoeira
campos
goiânia
jacarezinho
niterói
palmas
pará de minas
ponte nova
resende
riachuelo
rocha miranda
santa bárbara
sao j. d. rei
silvânia
uberlândia
venda nova
vitória